Geral 28/03/2017 - 18:13 - Suellen Lustosa

Governo ouve comunidade indígena sobre investimentos em infraestrutura

Governo fala sobre o PDRIS Governo fala sobre o PDRIS - Divulgação Seplan
Técnicos da Seplan ouve demandas dos índios Técnicos da Seplan ouve demandas dos índios - Divulgação Seplan

O Governo do Estado realizou na região da Ilha do Bananal consulta publica com a finalidade de ouvir e identificar junto às comunidades indígenas quais aéreas e prioridades, eleitas por eles, que receberão investimentos de infraestrutura nas estradas vicinais.

Coordenada pela equipe superintendência de desenvolvimento regional da Secretaria do Planejamento e Orçamento, as consultas públicas foram realizadas em Formoso do Araguaia e Lagoa da Confusão, com os índios das etnias Javaé e Kraô Kanela e nos municípios de São Félix do Araguaia e Santa Terezinha, ambos no estado do Mato Grosso, com a participação dos índios da etnia Karajá.

Para o superintendente e coordenador dos trabalhos, Raul Freitas, a agenda de trabalho bem como as reuniões realizadas tiveram resultado positivo no sentido de construir uma pauta ampla para o fomento de políticas públicas voltadas para as populações indígenas no Tocantins, especialmente na melhoria das estradas vicinais dentro da Ilha do Bananal.

 “Esse é um momento de aprendizado para todos nós. Temos aqui a oportunidade de entender a realidade dos povos indígenas através do diálogo, identificar onde estão os problemas que precisam ser solucionados e traçar conjuntamente as estratégias e ações que precisam ser executadas com mais rapidez”, enfatizou Freitas.

Durante as discussões os indígenas elegeram dois trechos de estradas vicinais como prioritários para receberem as obras do Projeto de Desenvolvimento Regional Integrado e Sustentável com a construção de pontes, bueiros e galerias.

O primeiro trecho de estrada vicinal vai receber as obras  eleito pelos índios, vai da Aldeia Txuri, no Rio Javaés, até a aldeia Santa Isabel do Morro, localizada nas margens do Rio Araguaia, passando pela Aldeia Fontoura chegando até a Aldeia Macaúba, em Santa Terezinha (MT), cruzando a ilha do Bananal até a Aldeia Boto Velho, no município de Lagoa da Confusão. Já o segundo trecho liga a Aldeia Cristo Rei, ás margens do Rio Javaés, até a Aldeia Canoanã.

PDRIS

O Projeto de Desenvolvimento Regional Integrado Sustentável (PDRIS) tem o objetivo de contribuir para a melhoria da eficácia do transporte rodoviário e na eficiência de seleção dos serviços públicos em apoio ao desenvolvimento integrado e territorialmente equilibrado do Estado. Serão financiadas pelo Banco Mundial, com o objetivo de melhorar a condição de trafegabilidade dentro da área indígena, facilitando o acesso da comunidade aos serviços públicos como saúde e educação.

Compartilhe esta notícia